Brazil Português e copa do mundo
Sélectionner les messages du
# au #
[ Imprimer ]
Aller à la page Précédente  1, 2, 3 ... 29, 30, 31  :| |:
Forums Atlasvista Maroc -> Arts et Culture

#451: Re: Brazil Português e copa do mundo Auteur: makkrefLocalisation: agadir MessagePosté le: 04 Oct 2019, 14:55
    —
As 5 leis fundamentais da estupidez humana
1. Sempre e inevitavelmente, cada um de nós subestima o número de
indivíduos estúpidos que circulam pelo mundo.
2. A probabilidade de que uma determinada pessoa seja estúpida é
independente de qualquer outra característica da mesma pessoa.
3. Uma pessoa estúpida é aquela que causa dano a outra pessoa ou grupo
sem, ao mesmo tempo, obter um benefício para si mesmo ou mesmo causar
prejuízo.
4. Pessoas não-estúpidas sempre subestimam o potencial prejudicial de
pessoas estúpidas.
5. A pessoa estúpida é a pessoa mais perigosa que existe.

https://www.pensarcontemporaneo.com/as-5-leis-fundamentais-da-estupidez-humana-de-acordo-com-cipolla/



O italiano Carlo Cipolla (1922 – 2000). Historiador econômico e medievalista, dedicou anos de sua pesquisa para encontrar padrões nas sociedades, tipos sociais comuns e os danos causados ao coletivo por esta figura. Interessante também é notar que sua principal obra, The Basic Laws of Human Stupidity, não fora traduzida para nossa língua e continua completamente desconhecida por aqui. Seu ensaio é bem-humorado, sarcástico, irônico, casuístico e crítico, tentando simplificar e sistematizar, de um ponto de vista utilitarista, a estupidez humana.

https://www.dn.pt/opiniao/opiniao-dn/anselmo-borges/amp/as-leis-fundamentais-da-estupidez-humana-3176781.html

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Carlo_Maria_Cipolla

#452: Re: Brazil Português e copa do mundo Auteur: makkrefLocalisation: agadir MessagePosté le: 07 Oct 2019, 13:01
    —
Eleição em Portugal
O Partido Socialista, do atual premiê António Costa, conquistou a maioria dos assentos (106 de 230, ou 36% do total) na eleição parlamentar realizada ontem em Portugal. Para seguir governando, o PS buscará repetir a coalizão com partidos de esquerda conhecida como “geringonça”.

Como funciona o sistema português ?

Para entender o surgimento da geringonça é preciso entender o sistema político de Portugal. O país tem um regime semipresidencialista, no qual o presidente (chefe de Estado) é eleito diretamente pelo voto popular para exercer um mandato de cinco anos. Em seguida, esse presidente eleito nomeia seu primeiro-ministro (chefe de governo), que apresenta então seu projeto de governo e suas propostas para a Assembleia da República, formada por 230 deputados eleitos para mandatos de quatro anos. Os deputados podem aceitar ou rejeitar a indicação do primeiro-ministro e o projeto de governo. Caso aceitem, o novo governo tem início efetivamente. Se eles rejeitam, o novo governo não se forma, e o presidente é forçado a indicar outro nome para o cargo de primeiro-ministro. Para evitar que esse revés ocorra, o presidente tende a indicar sempre um primeiro-ministro que pertença ao partido político ou à coligação com o maior número de assentos na Assembleia da República, embora essa não seja uma regra escrita. Na prática, portanto, pode acontecer de Portugal ter um presidente de esquerda e um primeiro-ministro de direita, ou qualquer outra combinação possível. Isso é raro. Mas foi exatamente o que deu origem à chamada geringonça.

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2019/08/17/O-que-%C3%A9-a-Geringon%C3%A7a-portuguesa-que-une-a-esquerda-do-pa%C3%ADs

Cinco obras para conhecer melhor a floresta, seus habitantes tradicionais e suas lutas:

A queda do céu: palavras de um xamã yanomami Davi Kopenawa e Bruce Albert, Companhia das Letras, 2015



Amazônia de Euclides: a viagem de volta a um paraíso perdido Daniel Piza e Tiago Queiroz, LeYa, 2010

A invenção da Amazônia Neide Gondim, Marco Zero, 1994

Amazônia - O anteato da destruição Lúcio Flávio Pinto, Grafisa, 1977

Ideias para adiar o fim do mundo
Ailton Krenak, Companhia das letras 2019

https://www.nexojornal.com.br/estante/favoritos/2019/5-livros-que-ajudam-a-compreender-o-que-%C3%A9-a-Amaz%C3%B4nia Wink

#453: Re: Brazil Português e copa do mundo Auteur: makkrefLocalisation: agadir MessagePosté le: 09 Oct 2019, 11:28
    —
A Petrobras e o vazamento
Presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco afirmou ontem que a estatal está atuando para minimizar os impactos do vazamento de óleo que atinge praias do Nordeste. Ele negou que a contaminação tenha qualquer ligação com a exploração ou produção da empresa.


https://valor.globo.com/brasil/noticia/2019/10/08/petrobras-nao-tem-relacao-com-oleo-nas-praias-do-ne-diz-castello-branco.ghtml

A sequência de crises
No balanço oficial de ontem, o petróleo já tinha atingido 132 praias de 61 municípios, em nove estados. “Parece que criminosamente algo foi despejado lá”, disse ontem o presidente Jair Bolsonaro. O vazamento abre uma nova crise ambiental no Brasil, logo na sequencia dos incêndios na Amazônia...

https://brasil.elpais.com/brasil/2019/10/08/politica/1570536167_534617.html

#454: Re: Brazil Português e copa do mundo Auteur: makkrefLocalisation: agadir MessagePosté le: 10 Oct 2019, 09:27
    —
"Esse vazamento atingiu a maior extensão, com certeza. É uma situação que nunca ocorreu na história do país, e desconhecemos se algo similar no mundo", afirma Marcelo Amorim...Ibama


Mapa das praias contaminadas por óleo no litoral brasileiro. DIVULGAÇÃO/IBAMA

L'Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis


https://www.ibama.gov.br/

https://www.mma.gov.br/assuntos-internacionais/item/11586-ibama-instituto-brasileiro-do-meio-ambiente-e-dos-recursos-naturais-renovaveis.htm l

https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/redacao/2019/10/08/ibama-oleo-no-ne-e-maior-acidente-ambiental-em-extensao-regist rado-no-pais.amp.htm

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Instituto_Brasileiro_do_Meio_Ambiente_e_dos_Recursos_Naturais_Renov%C3%A1veis

#455: Re: Brazil Português e copa do mundo Auteur: makkrefLocalisation: agadir MessagePosté le: 14 Oct 2019, 11:12
    —
Finais Individual Equipamentos 1 | Campeonato Mundial FIG 2019 – Stuttgart

https://www.olympicchannel.com/pt/video/detail/finais-individual-equipamentos-1-campeonato-mundial-fig-2019-stuttgart/

https://www.afp.com/pt/bem-vindo

Eleição na Tunísia
Kais Saied foi eleito ontem presidente da Tunísia, país que foi o epicentro da Primavera Árabe em 2011. Saied, que é professor de direito, derrotou o empresário das comunicações Nabil Karoui...



As pesquisas de boca de urna divulgadas na noite deste domingo ,apontaram para a vitória de Kais Saied no segundo turno da eleição presidência da Tunísia. O pleito foi marcado por alto índice de participação. O professor universitário concorria com o empresário Nabil Karoui, detido durante a campanha acusado de fraude fiscal e libertado quatro dias antes do escrutino.

http://m.br.rfi.fr/africa/20191013-tunisia-boca-de-urna-aponta-vitoria-do-professor-kais-saied

https://mobile.twitter.com/AFPBrasil?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Eembeddedtimeline%7Ctwterm%5Eprofile%3AAFPBrasil&ref_url=https%3A%2F%2Fww w.afp.com%2Fpt%2Fbem-vindo

Nobel de Economia 2019 vai para iniciativa em aliviar a pobreza no mundo...
https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,nobel-de-economia-2019-vai-para-iniciativa-em-aliviar-a-pobreza-no-mundo,70003048982.amp?__tw itter_impression=true

https://mobile.twitter.com/Estadao

#456: Re: Brazil Português e copa do mundo Auteur: makkrefLocalisation: agadir MessagePosté le: 15 Oct 2019, 11:48
    —

Mapa do Brasil em 1519





O trabalho “Mapas antigos do Brasil” compila 32 mapas históricos que abrangem as mudanças no traçado do país entre os séculos 16 e 19. O material foi disponibilizado pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, segundo o site de arquitetura e urbanismo ArchDaily. O documento está disponível online para consulta na plataforma Slideshare.

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2019/10/14/Esta-sele%C3%A7%C3%A3o-de-mapas-hist%C3%B3ricos-retrata-4-s%C3%A9culos-de-Brasil

https://pt.slideshare.net/mobile/LuizCdaSilva/mapas-do-brasil-coleo-digital-de-32-mapas-do-sc-xvi-ao-xix?utm_medium=website&utm_source=archd aily.com.br

Muitos mapas da “Era dos Descobrimentos” carregam mensagens escondi das e se destacam pelo grande número de elementos pictóricos e simbólicos. Portanto, muitos historiadores têm tratado esses documentos não-verbais como fonte secundária, visto que registros arquivais continuam sendo considerados o material predominante para interpretar o passado.1 Nas últimas duas décadas surgiu uma visão diferente sobre mapas históricos segundo a qual mapas são vistos como construções socioculturais no contexto da época e sociedade em que foram produzidos.2 O fascínio pelos mapas está na leitura “entre as linhas de sua imagem” nas quais o historiador e o geógrafo podem encontrar ambivalências inerentes, agendas escondidas e visões de mundo contrastantes.

http://www.uel.br/prograd/maquinacoes/art_20.html




https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Mo%C3%A7ambique

PR exorta à participação massiva na votação
O Presidente da República, Filipe Nyusi, exortou ontem aos potenciais eleitores a participarem massivamente na votação que hoje tem lugar no país e no estrangeiro para as eleições gerais e das assembleias provinciais.

http://www.folhademaputo.co.mz/pt/noticias/nacional/

https://noticias.sapo.mz/



http://opais.sapo.mz/

Moçambique faz fronteira com a Tanzânia, Malawi, Zâmbia, Zimbabué, África do Sul e eSwatini. O seu extenso litoral de 2500 quilómetros está virado a nascente para Madagáscar.

Cerca de 66% da sua população de 28 milhões (2017) vive e trabalha nas zonas rurais...
https://www.worldbank.org/pt/country/mozambique/overview

https://pt.slideshare.net/mobile/search/slideshow?q=Brasil

https://pt.slideshare.net/mobile/search/slideshow?q=Portugal

#457: Re: Brazil Português e copa do mundo Auteur: makkrefLocalisation: agadir MessagePosté le: 03 Nov 2019, 01:55
    —
726,7 mil
brasileiros estavam presos em 2016, segundo o Infopen (Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias) do governo federal 157% foi quanto a taxa de aprisionamento aumentou no Brasil entre 2000 e 2016, segundo o Infopen; em 2000, havia 232,8 mil presos 64% da população prisional em 2016 era negra, segundo o Infopen 1 a cada 3 presos estava no cárcere em 2016 por crimes relacionados à Lei de Drogas, segundo o Infopen; no total, eram cerca de 176 mil pessoas.

. O que é o abolicionismo penal
A ideia de abolicionismo penal se refere tanto a um movimento social quanto a um conjunto de teorias na academia que nega a legitimidade do sistema penal contemporâneo e de formas de castigo usadas hoje pela Justiça criminal para a resolução de conflitos, especialmente as prisões. A definição, que empresta o nome dos movimentos que pediram o fim da escravidão e da pena de morte em outras épocas, surgiu na segunda metade do século 20 na Escandinávia. Nos anos 70, ativistas e acadêmicos passaram a debater a expansão do sistema prisional na região e os danos da privação de liberdade para os presos...

Como a ideia se aplica ao contexto brasileiro
A noção de abolicionismo penal no Brasil remete ao movimentos abolicionistas da escravidão, segundo o professor Augusto Acácio, mas se surgiu como uma proposta específica na segunda metade do século 20, ao mesmo tempo em que a ideia começou a tomar corpo na Europa. Um dos primeiros registros acadêmicos do abolicionismo brasileiro é o livro “Conversações abolicionistas”, publicado pelo Instituto Brasileiro de Ciências Criminais a partir de um seminário internacional organizado na PUC de São Paulo em 1997...

Por que o abolicionismo é criticado
A principal crítica ao abolicionismo penal é a percepção de que a proposta é utópica e ingênua, e que aplicá-la seria inviável em sociedades como a brasileira, onde a criminalidade é marcada pela violência. Para Angela Davis, também há dificuldade de imaginar uma sociedade sem prisões, ainda que elas sejam uma invenção recente. Quem rejeita a ideia acredita que o resultado do fim do sistema punitivo seria um mundo “desordeiro” e “abandonado à lei do mais forte” ou um mundo “disciplinário”, marcado pela obediência à ordem.


https://www.nexojornal.com.br/expresso/2019/10/25/O-que-%C3%A9-abolicionismo-penal.-E-como-a-ideia-%C3%A9-pensada-no-Brasil

http://depen.gov.br/DEPEN/depen/sisdepen/infopen

#458: Re: Brazil Português e copa do mundo Auteur: makkrefLocalisation: agadir MessagePosté le: 03 Nov 2019, 17:39
    —
Assassinato de líder Guajajara abala comunidade indígena e Moro garante investigação:

A Polícia federal irá apurar o assassinato do líder indígena Paulo Paulino Guajajara na terra indígena de Arariboia, no Maranhão. Não pouparemos esforços para levar os responsáveis por este crime grave à Justiça.

https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/11/guardiao-da-floresta-lider-indigena-guajajara-e-morto-em-conflito-com-madeireiros-no-maranhao.sh tml



https://brasil.elpais.com/

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Maranh%C3%A3o

#459: Re: Brazil Português e copa do mundo Auteur: makkrefLocalisation: agadir MessagePosté le: 08 Nov 2019, 21:16
    —
Lula deixa a prisão em Curitiba



Luiz Inácio Lula da Silva e 1 mais
A Verdade Vencerá. O Povo Sabe por que Me Condenam



Descrição

Às vésperas do desfecho de uma guerra jurídica sem precedentes, chega às livrarias o livro A verdade vencerá: o povo sabe por que me condenam, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O lançamento se situa em um momento crucial da vida de um dos maiores políticos da história brasileira, na virada de fevereiro para março de 2018, enquanto o país aguarda a decisão do Poder Judiciário sobre sua prisão em decorrência da perseguição movida pela operação Lava Jato. O coração da obra são as 124 páginas, de um total de 216, que apresentam um retrato fiel do ex-presidente no presente contexto em formato de uma longa entrevista concedida aos jornalistas Juca Kfouri e Maria Inês Nassif, ao professor de relações internacionais Gilberto Maringoni e à editora Ivana Jinkings, fundadora e diretora da editora Boitempo. Foram horas de conversa aberta e sem temas proibidos, divididas em três rodadas, que aconteceram no Instituto Lula, em São Paulo, nos dias 7, 15 e 28 de fevereiro. Entre os principais temas discutidos, ganha destaque a análise inédita do ex-presidente sobre os bastidores políticos dos últimos anos e o que levou o Partido dos Trabalhadores a perder o poder após a reeleição de Dilma Rousseff. Lula também fala sobre as eleições de 2018 e suas perspectivas e esperanças para o País. Organizada por Ivana Jinkings, com a colaboração de Gilberto Maringoni, Juca Kfouri e Maria Inês Nassif, a obra traz ainda textos de Eric Nepomuceno, Luis Fernando Verissimo, Luis Felipe Miguel e Rafael Valim. Além disso, a edição é acrescida de uma cronologia da vida de Lula, organizada pelo jornalista Camilo Vannuchi, texto de capa do historiador Luiz Felipe de Alencastro e dois cadernos com fotos históricas, dos tempos no sindicato à presidência, passando pelas recentes caravanas e manifestações de rua.