Forums Atlasvista Maroc :: Brazil Português  e copa do mundo Forums Atlasvista Maroc :: Brazil Português  e copa do mundo
Recherche avancée
Forums Atlasvista Maroc PhotosPhotos   FAQFAQ   RechercherRechercher   S'enregistrerS'enregistrer   ConnexionConnexion   Forums Maroc 
Brazil Português e copa do mundo
Aller à la page Précédente  1, 2, 3 ... 28, 29, 30
 
Liens sponsorisés
 
Poster un nouveau sujet   Répondre au sujet    Accueil des Forums -> Art et Culture -> Arts et Culture
Voir le sujet précédent Envoyer ce sujet à un ami format imprimable Se connecter pour vérifier ses messages privés Voir le sujet suivant
Auteur Message
makkref


Citoyen(ne) du monde insomniaque
Citoyen(ne) du monde insomniaque

Sexe: Sexe:Masculin
Age: 66
Zodiaque: Verseau
Signe Chinois: Dragon
Inscrit le: 01 Aoû 2005
Messages: 4869
Localisation: agadir

MessagePosté le: 23 Aoû 2019, 10:12    Sujet du message: Re: Brazil Português e copa do mundo Répondre en citant

O descobrimento do Brasil através dos textos: edições críticas e comentadas

Joaquim Barradas de Carvalho
RESUMO
É um fato incontestável que a História de Portugal, e até a História da Civilização Ibérica, avultam na História Universal mercê dos Descobrimentos Marítimos e da Expansão dos séculos XV e XVI. Só os Descobrimentos e a Expansão puderam ter dado origem a algo de inteiramente nôvo na História da Humanidade que tenha provindo de Portugal.

http://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/128941/125625

http://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/124030/120210

A conquista de Ceuta
https://youtu.be/pZdVP7ztge0

Crónica da tomada de Ceuta por el-rei D. João I

https://books.google.co.ma/books?id=FhJbAAAAQAAJ&hl=fr&source=gbs_similarbooks

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Conquista_de_Ceuta

https://www.infopedia.pt/$gomes-eanes-de-zurara

https://archive.org/details/chronicadodesco00zuragoog/page/n32

https://www.marrocos.com/informacoes/marrocos-mapa/
Revenir en haut
Ce membre est absent  Album Photo Perso Voir le profil de l'utilisateur Envoyer un message privé
makkref


Citoyen(ne) du monde insomniaque
Citoyen(ne) du monde insomniaque

Sexe: Sexe:Masculin
Age: 66
Zodiaque: Verseau
Signe Chinois: Dragon
Inscrit le: 01 Aoû 2005
Messages: 4869
Localisation: agadir

MessagePosté le: 23 Aoû 2019, 19:01    Sujet du message: Re: Brazil Português e copa do mundo Répondre en citant

Uma crise internacional
Emmanuel Macron foi ontem ao Twitter *dizer que os incêndios na Amazônia criam uma “crise internacional”. O presidente da França propôs que a reunião do grupo do G7 discuta o tema. O encontro será no final de semana em Biarritz, sudoeste francês.

A resposta de Bolsonaro
Também no Twitter, Bolsonaro disse que Macron tenta “instrumentalizar” uma questão interna do Brasil evocando uma “mentalidade colonialista descabida no século 21”. O presidente brasileiro acusou ainda o colega francês de usar uma foto falsa na postagem.

A foto antiga
A imagem de floresta queimando usada por Macron no Twitter é de um fotógrafo que morreu em 2003. No início da semana, ao tentar criticar a Noruega, que suspendeu repasses para o Fundo Amazônia, Bolsonaro usou um vídeo de matança de baleia, só que na Dinamarca.

O gabinete de crise
Com a escalada da repercussão internacional, Bolsonaro convocou no final da noite de ontem uma equipe ministerial para combater as queimadas. Do encontro de ontem, participaram os responsáveis pela Casa Civil, Meio Ambiente, Defesa, Agricultura e Relações Exteriores. Numa segunda reunião, hoje, participarão todos os ministros.

A pressão geral
Secretário-geral da ONU, António Guterres se disse “profundamente preocupado” com o fogo na floresta. A pressão externa é grande. Internamente, Bolsonaro também enfrenta resistência, incluindo setores do agronegócio que veem as ações e discursos de Bolsonaro como prejudiciais à economia.

Mais discurso do governo
Ontem, Bolsonaro voltou a ligar ONGs ao fogo na floresta. Já Onyx Lorenzoni disse que não vai sobrevoar áreas devastadas da Amazônia por que tem coisas “mais importantes” para ver. O ministro da Casa Civil afirmou que as queimadas são uma “mentira europeia” para criar dificuldades comerciais ao Brasil.


https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/08/22/macron-diz-que-g7-precisa-discutir-incendios-na-amazonia.ghtml

https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/redacao/2019/08/22/bolsonaro-rebate-fala-de-macron-sobre-amazonia-mentalidade-col onialista.htm

https://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2019/08/macron-usa-foto-antiga-para-falar-de-queimadas-sob-bolsonaro.shtml

https://oglobo.globo.com/sociedade/vou-ver-coisa-mais-importante-diz-onyx-sobre-visitar-areas-desmatadas-23895761

* "Nossa casa está queimando. Literalmente. A floresta amazônica - os pulmões que produzem 20% do oxigênio do nosso planeta - está em chamas. É uma crise internacional. Membros da Cimeira do G7, vamos discutir esta primeira ordem de emergência em dois dias!"
Revenir en haut
Ce membre est absent  Album Photo Perso Voir le profil de l'utilisateur Envoyer un message privé
makkref


Citoyen(ne) du monde insomniaque
Citoyen(ne) du monde insomniaque

Sexe: Sexe:Masculin
Age: 66
Zodiaque: Verseau
Signe Chinois: Dragon
Inscrit le: 01 Aoû 2005
Messages: 4869
Localisation: agadir

MessagePosté le: 24 Aoû 2019, 11:31    Sujet du message: Re: Brazil Português e copa do mundo Répondre en citant

Uma casa portuguesa (canção popular)
Numa casa portuguesa fica bem pão e vinho sobre a mesa.E se a porta humildemente bate alguém senta-se a mesa com a gente. Fica bem esta franqueza, fica bem, que o povo nunca desmente...


Uma casa brasileira(canção)
Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada, ninguém podia entrar nela, não, porque na casa não havia chão, ninguém podia dormir na rede porque a casa não tinha parede...
(Vinicius de Moraes)



https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Vinicius_de_Moraes

http://www.viniciusdemoraes.com.br/

https://pt.m.wikiquote.org/wiki/Vin%C3%ADcius_de_Moraes

Diplomata e poeta brasileiro, Marcos Vinicius da Cruz de Mello Moraes nasceu a 19 de outubro de 1913, na Gávea, no Rio de janeiro, e morreu a 17 de abril de 1980, na mesma cidade. ..
https://www.wook.pt/autor/vinicius-de-moraes/18192

OBRIGADO, PORTUGAL!
Rio de Janeiro, Jornal do Brasil, 31/12/1969

Obrigado, Lisboa, terra tão boa, gente tão gente, casas tão casas, amigos tão como já não se encontra. Obrigado, Coimbra que me recebeste em tua Academia e em teu Convívio e que me puseste uma velha capa sobre os ombros. Obrigado, Porto, onde teus estudantes quiseram não me deixar trabalhar em boate, porque não sabem ainda que a poesia e a canção têm de estar em toda parte (mas obrigado pelo gesto, estudantes do Porto!). Obrigado, Óbidos, que pareces feita no céu, tão linda e pura como uma avozinha menina que ainda usasse flores silvestres na cabeça. Obrigado, Évora, mãe alentejana de Ouro Preto, cidade onde mais que nenhuma outra se sente o Brasil colonial, o Brasil do Aleijadinho, cidade perfeita de gentil austeridade. Obrigado, Monserraz, que, esta não quero ver nunca mais porque se a ela voltar nela hei de ficar, entre seus muros brancos e seus homens e mulheres do mais franco olhar. Obrigado,Portugal. Resta sempre uma esperança. Eu voltarei.

http://www.viniciusdemoraes.com.br/pt-br/prosa/jornais/obrigado-portugal
Revenir en haut
Ce membre est absent  Album Photo Perso Voir le profil de l'utilisateur Envoyer un message privé
makkref


Citoyen(ne) du monde insomniaque
Citoyen(ne) du monde insomniaque

Sexe: Sexe:Masculin
Age: 66
Zodiaque: Verseau
Signe Chinois: Dragon
Inscrit le: 01 Aoû 2005
Messages: 4869
Localisation: agadir

MessagePosté le: 25 Aoû 2019, 22:28    Sujet du message: Re: Brazil Português e copa do mundo Répondre en citant

É tão triste saber que ela faleceu, que descanse em paz

https://youtu.be/wh27b1HsWfM

https://mobile.twitter.com/i/events/1165626924418228229

Irritando Fernanda young
https://youtu.be/3qAnRx_JE0w




G7 concorda em ajudar o Brasil e demais países afetados por incêndios na Amazônia
O presidente francês, Emmanuel Macron, disse que isso deverá ser feito "o mais rápido possível"

https://oglobo.globo.com/sociedade/g7-concorda-em-ajudar-brasil-demais-paises-afetados-por-incendios-na-amazonia-23902746
Revenir en haut
Ce membre est absent  Album Photo Perso Voir le profil de l'utilisateur Envoyer un message privé
makkref


Citoyen(ne) du monde insomniaque
Citoyen(ne) du monde insomniaque

Sexe: Sexe:Masculin
Age: 66
Zodiaque: Verseau
Signe Chinois: Dragon
Inscrit le: 01 Aoû 2005
Messages: 4869
Localisation: agadir

MessagePosté le: 26 Aoû 2019, 13:06    Sujet du message: Re: Brazil Português e copa do mundo Répondre en citant

Pronunciamento do Presidente Jair Bolsonaro sobre as queimadas na Amazônia,

https://youtu.be/YqW3DZ9eQnk

Dorothea vlog

https://m.youtube.com/watch?v=-VZm1IMUEQ4&feature=youtu.be
Revenir en haut
Ce membre est absent  Album Photo Perso Voir le profil de l'utilisateur Envoyer un message privé
makkref


Citoyen(ne) du monde insomniaque
Citoyen(ne) du monde insomniaque

Sexe: Sexe:Masculin
Age: 66
Zodiaque: Verseau
Signe Chinois: Dragon
Inscrit le: 01 Aoû 2005
Messages: 4869
Localisation: agadir

MessagePosté le: 09 Sep 2019, 12:21    Sujet du message: Re: Brazil Português e copa do mundo Répondre en citant


A economista Cristina Pinotti indica cinco obras sobre as origens e o funcionamento da corrupção e a importância das instituições:

13 Bankers — The Wall Street takeover and the next financial meltdown Simon Johnson e James Kwak, Pantheon Books, 2010

A crise financeira de 2008 — e que foi sucedida pela pior recessão mundial do pós-guerra — provocou rupturas, custos e desafios que permanecem até hoje. Não é exagero dizer que a crise ainda não acabou e que vem provocando mudanças no comportamento das pessoas e na maneira como economistas e demais cientistas sociais entendem o mundo. Dentre vários livros indispensáveis à compreensão da crise, escolhi um, escrito sob o impacto do episódio, que, além de uma detalhada descrição e interpretação da dinâmica da crise, reflete perplexidade e indignação com a incompetência daqueles que deveriam zelar pela estabilidade do sistema financeiro. Na origem da crise estão mudanças institucionais que afrouxaram as regras para empréstimos imobiliários, com o objetivo político de aumentar a popularidadeJamesongovernantes. A simbiose entre Congresso e Wall Street abriu caminho para leniência regulatória e ganhos astronômicos, favorecendo o surgimento de uma bolha imobiliária e a crise financeira subsequente. A crise abalou a crença na “eficiência dos mercados” e abriu as portas para as contribuições da psicologia na busca de hipóteses mais realistas do que a do “homo economicus”. Enquanto não entendermos como blindar o sistema político de interferências excessivas do poder econômico, não será possível reduzir a desigualdade de renda e de oportunidades existente no mundo.

Por que as nações fracassam – As origens do poder, da prosperidade e da pobreza Daron Acemoglu e James Robinson, Elsevier, 2012

Por que alguns países crescem, sendo capazes de aumentar o bem-estar dos seus cidadãos, enquanto outros permanecem estagnados ou com crescimento pífio? Várias hipóteses surgiram ao longo do tempo, atribuindo a origem das diferenças observadas às distinções geográficas ou culturais, ou à quantidade de investimentos. Daron Acemoglu e James A. Robinson, professores e pesquisadores com vasta produção acadêmica, foram muito felizes em reunir em um livro, em linguagem acessível e com abundantes exemplos, a aplicação de ensinamentos que têm origem nas contribuições de Douglass North sobre o papel das instituições, e que foram ampliadas em estudos acadêmicos sobre a Teoria do Desenvolvimento Econômico. Os países que conseguiram se livrar de instituições extrativistas, cujo objetivo é beneficiar a minoria que detém o poder, crescem e beneficiam o maior número de pessoas no processo de desenvolvimento, construindo instituições inclusivas. Os autores mostram que a razão do sucesso ou do fracasso dos países está na existência ou não de instituições políticas e econômicas inclusivas. O grande desafio é convencer as elites que se beneficiam dos frutos de instituições extrativistas a aceitarem mudanças que aumentem o número de beneficiados, mesmo que isso signifique maior crescimento. Tema de relevância inquestionável para o Brasil.

Corruption and Government – Causes, consequences, and reform Susan Rose-Ackerman e Bonnie J. Palifka, Cambridge University Press, 2016

A compreensão do fenômeno da corrupção é uma necessidade inadiável no país. Corrupção ainda é um tabu para muitos, objeto de manipulação ideológica para outros, e fonte de interesse genuinamente acadêmico para um número crescente de pessoas. Analisar sua gênese, custos, mecanismos de perpetuação permite desenhar instituições que reduzam os incentivos à sua ocorrência. Susan Rose-Ackerman é uma das pioneiras do estudo da corrupção, unindo com maestria e competência ensinamentos do direito e da economia para explicar os meandros da corrupção e seus custos. Escreve sobre o assunto desde 1975, com contribuições inovadoras e fundamentais, como a que demoliu, teoricamente, a interpretação de que um pouco de corrupção fazia bem à economia. Escritora prolífica, tem participado ativamente no debate internacional sobre corrupção.
Indico a segunda edição de “Corruption and Government” por ser o mais completo livro que conheço sobre a teoria da corrupção, um verdadeiro vade-mécum tão necessário em um campo que vem sendo forjado com rigor nas últimas décadas. Nele, encontramos como o estudo da corrupção evoluiu ao longo do tempo; definições precisas sobre as formas que a corrupção assume; discussões sobre os aspectos econômicos, culturais e políticos da corrupção; além de rica agenda de reformas institucionais necessárias para reduzir a corrupção.

Corruption: What everyone needs to know Ray Fisman e Miriam A. Golden, Oxford University Press, 2017

Se eu tivesse que recomendar um único livro sobre corrupção para alguém interessado em conhecer o assunto não teria dúvida em apontar “Corruption: what everyone needs to know”. Os autores, Fisman e Golden, são pesquisadores e professores de economia e ciência política, respectivamente, e abordam de maneira inovadora os tópicos mais importantes para a compreensão da corrupção, em linguagem ágil e simples, mas com grande rigor metodológico. O caráter multidisciplinar enriquece a análise presente no livro. Além da ênfase sobre a correlação existente entre pobreza e corrupção no mundo, há instigantes discussões sobre o papel das bases culturais da corrupção e sobre como os países são atraídos para o círculo virtuoso da baixa corrupção ou para o círculo vicioso da alta corrupção. Como remover os incentivos a essa prática e a discussão de aspectos práticos para que isso ocorra encerram o livro.

Os onze: O STF, seus bastidores e suas crises Felipe Recondo e Luiz Weber, Companhia das Letras, 2019

A ampliação dos poderes do Supremo Tribunal Federal na Constituição de 1988 colocou a instituição e seus ocupantes crescentemente sob o escrutínio da população. O livro de Recondo e Weber desvenda o funcionamento, as tensões e as fragilidades que aparecem em momentos decisivos da Corte. O mensalão e a mudança de paradigma no julgamento de crimes de corrupção, a Lava Jato e o impacto da morte de Teori Zavascki, os julgamentos arrojados de temas como união homoafetiva, entre outros, mostram como a vida nacional tem sido moldada por decisões de 11 ministros. A ribalta, a pressão, e as personalidades vêm privilegiando decisões monocráticas, acentuando as divergências e minando o espírito de colegiado. A louvável transparência dada às decisões do Supremo explicita tanto as virtudes como os defeitos do seu funcionamento, que em outros tempos restavam apenas insinuados. Várias são as perguntas a serem endereçadas nos próximos anos se quisermos ter um sistema judiciário eficiente e garantidor da estabilidade das regras. Será adequada a atual regra de indicação e aprovação dos membros do Supremo? Os atuais critérios de seleção garantem a qualidade que se espera dos julgamentos? Como melhorar sua eficiência? Quem julga o Supremo?

https://www.nexojornal.com.br/estante/favoritos/2019/09/08/5-livros-sobre-corrup%C3%A7%C3%A3o-e-o-papel-das-institui%C3%A7%C3%B5es
Revenir en haut
Ce membre est absent  Album Photo Perso Voir le profil de l'utilisateur Envoyer un message privé
makkref


Citoyen(ne) du monde insomniaque
Citoyen(ne) du monde insomniaque

Sexe: Sexe:Masculin
Age: 66
Zodiaque: Verseau
Signe Chinois: Dragon
Inscrit le: 01 Aoû 2005
Messages: 4869
Localisation: agadir

MessagePosté le: 10 Sep 2019, 22:06    Sujet du message: Re: Brazil Português e copa do mundo Répondre en citant

“A sociedade do século 21 não é mais a sociedade disciplinar, mas uma sociedade do desempenho. Também seus habitantes não se chamam mais ‘sujeitos da obediência’. São empresários de si mesmos. (...) No lugar de proibição, mandamento ou lei, entram projeto, iniciativa e motivação. A sociedade disciplinar ainda está dominada pelo não. Sua negatividade gera loucos e delinquentes. A sociedade do desempenho, ao contrário, produz depressivos e fracassados”

“Os desempenhos culturais da humanidade, dos quais faz parte também a filosofia, devem-se a uma atenção profunda, contemplativa. (...) Essa atenção profunda é cada vez mais deslocada por uma forma de atenção bem distinta, a hiperatenção. Essa atenção dispersa se caracteriza por uma rápida mudança de foco entre diversas atividades, fontes informativas e processos. E visto que ele tem uma tolerância bem pequena para o tédio, também não admite aquele tédio profundo que não deixa de ser importante para um processo criativo. (...) Se o sono perfaz o ponto alto do descanso físico, o tédio profundo constitui o ponto alto do descanso espiritual” Byung-chul Han


https://www.nexojornal.com.br/expresso/2019/08/27/Por-que-vivemos-na-sociedade-do-cansa%C3%A7o-segundo-este-fil%C3%B3sofo



Byung-Chul Han, uma das vozes filosóficas mais inovadoras da atualidade, descreve neste ensaio como o Ocidente está se tornando uma sociedade do cansaço.

https://m.youtube.com/watch?v=0WvyXgHIxe8
Revenir en haut
Ce membre est absent  Album Photo Perso Voir le profil de l'utilisateur Envoyer un message privé
makkref


Citoyen(ne) du monde insomniaque
Citoyen(ne) du monde insomniaque

Sexe: Sexe:Masculin
Age: 66
Zodiaque: Verseau
Signe Chinois: Dragon
Inscrit le: 01 Aoû 2005
Messages: 4869
Localisation: agadir

MessagePosté le: 11 Sep 2019, 09:48    Sujet du message: Re: Brazil Português e copa do mundo Répondre en citant

O pensamento lento é um pensamento pesado, uma vez que carrega consigo o peso da memória, o peso da dúvida e o peso da incerteza do raciocínio. Nos últimos anos, somos forçados a um dinamismo cada vez mais frenético, repleto de compromissos ou anulações de compromissos, enquanto a tecnologia produz instrumentos que visam a rapidez e a velocidade, tornando os dispositivos digitais constantemente desatualizados, tal é a rapidez com que evoluem. Enquanto o telemóvel toca sem parar, os emails exigem uma resposta rápida e estamos constantemente ligados. Neste estado doentio de hiperatividade, Lamberto Maffei questiona o mito da velocidade a qualquer preço e recorda-nos de que o cérebro sempre permitiu reações rápidas e automáticas, facilitando-nos a sobrevivência, porém, a verdade é que constitui também um mecanismo sofisticado, capaz de produzir reflexões que, para serem verdadeiramente elaboradas, exigem um processo mental lento, hoje como no passado.


https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Georg_Simmel

Uma jovem de 19 anos está desaparecida desde a tarde de domingo, 8, quando saiu de casa para comprar fraldas para a filha, em Alumínio, na região de Sorocaba, interior de São Paulo. Imagens de câmeras de monitoramento registraram grande parte de sua caminhada sem revelar nada de anormal. As buscas já realizadas não encontraram qualquer vestígio da jovem.

https://www.terra.com.br/
Revenir en haut
Ce membre est absent  Album Photo Perso Voir le profil de l'utilisateur Envoyer un message privé
makkref


Citoyen(ne) du monde insomniaque
Citoyen(ne) du monde insomniaque

Sexe: Sexe:Masculin
Age: 66
Zodiaque: Verseau
Signe Chinois: Dragon
Inscrit le: 01 Aoû 2005
Messages: 4869
Localisation: agadir

MessagePosté le: Hier, 15:18    Sujet du message: Re: Brazil Português e copa do mundo Répondre en citant

14-06-2019
O Brasil apóia os esforços de Marrocos para alcançar uma "solução realista" da questão do Saara.

O Brasil apoia os esforços de Marrocos para alcançar uma "solução realista" da questão do Saara, que durou muito tempo, sublinhou, quinta-feira em Brasília o ministro de Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araujo, revelando a disposição de seu país contribuir nos diferentes esforços que visam uma soluções prática e não apenas uma mera retórica.

05-09-2019
O Senado brasileiro adota uma moção de apoio à iniciativa de autonomia proposta pelo Marrocos.

O Senado Federal brasileiro adotou por uma grande maioria de seus membros uma moção que apoia à iniciativa de autonomia marroquina para as províncias do sul, e que "respeita a integridade territorial e a soberania nacional do Reino".

http://www.sahara-developpement.com/Default.aspx?alias=www.sahara-developpement.com/pt

http://www.sahara-online.net/Default.aspx?tabid=1215&currentpage=1

http://www.corcas.com/Default.aspx?tabid=970

Senado Federal inaugurou uma exposição sobre Brasil e Marrocos.
http://tvbrasil.ebc.com.br/fique-ligado/2019/06/senado-federal-inaugurou-uma-exposicao-sobre-brasil-e-marrocos

https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/06/13/exposicao-sobre-parceria-entre-brasil-e-marrocos-pode-ser-visitada-ate-23-de-junho

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_do_Brasil



https://www.bbc.com/portuguese/amp/brasil-49616541

A independência do Brasil aconteceu em 7 de setembro de 1822, quando, supostamente, d. Pedro (futuro d. Pedro I) proclamou o grito da independência às margens do Rio Ipiranga, na atual cidade de São Paulo. Com isso, o Brasil rompeu sua ligação com Portugal e consolidou-se como nação independente.
https://m.brasilescola.uol.com.br/amp/datas-comemorativas/7-setembro-dia-independencia-brasil.htm
Revenir en haut
Ce membre est absent  Album Photo Perso Voir le profil de l'utilisateur Envoyer un message privé
Montrer les messages depuis:   
Poster un nouveau sujet   Répondre au sujet    Accueil des Forums -> Art et Culture -> Arts et Culture Toutes les heures sont au format GMT
Aller à la page Précédente  1, 2, 3 ... 28, 29, 30
Page 30 sur 30


 
Sauter vers:  
Vous ne pouvez pas poster de nouveaux sujets dans ce forum
Vous ne pouvez pas répondre aux sujets dans ce forum
Vous ne pouvez pas éditer vos messages dans ce forum
Vous ne pouvez pas supprimer vos messages dans ce forum
Vous ne pouvez pas voter dans les sondages de ce forum
Vous pouvez joindre des fichiers
Vous pouvez télécharger des fichiers
Syndication RSS des Forums Atlasvista Maroc  Version WAP des Forums Atlasvista Maroc  Forums réalisés avec phpBB
  A propos | Ajouter votre site | Publicité | Ajouter aux favoris | Page de démarrage | Conditions d'utilisation
© 2001- 2006 AtlasVista Maroc Hosted by: Heberjahiz